Carboxiterapia funciona?

Toda mulher sabe que na busca de um corpo perfeito vale procurar alguns tratamentos especiais nas clínicas estéticas, não é mesmo? E se eles ajudam mesmo, por que não aproveitar!? No post de hoje falaremos de mais um tratamento, e responderemos para você: Carboxiterapia funciona mesmo?

Carboxiterapia funciona

O que é a Carboxiterapia?

A carboxiterapia é um dos melhores tratamentos estéticos realizados hoje em dia para tratamento de pele. O método é feito através da injeção de GÁS CARBÔNICO nas camadas da pele, e visa regenerar os tecidos e melhorar a circulação sanguínea.

A carboxiterapia (algumas vezes conhecida como CO2terapia) é bem antiga e é sempre aperfeiçoada.

O que pode ser tratado com a Carboxiterapia?

A carboxiterapia serve para tratar:

  • celulites
  • estrias
  • gorduras localizadas

Ela é mais indicada para celulites, porque consegue atuar no edema, na gordura e na fibrose, que são o processo de desenvolvimento da celulite.

Veja como a carboxiterapia age em nos 3 níveis da celulite:

  • O edema é apagado pela dilatação dos vasos e otimização da circulação;
  • A fibrose é rompida pela injeção de gás carbônico;
  • E a gordura queimada pelo aumento do metabolismo que ocorre no local.

Supervantajoso não? Estrias também podem ser tratadas mas o foco maior desse tratamento é para celulites.

Como a Carboxiterapia é aplicada na prática?

Você usa um cilindro de gás carbônico medicinal que é encaixado em uma máquina/aparelho, que por sua vez regula o vazamento do gás que vai para uma seringa de um tamanho bem pequeno de espessura fina como uma agulha que remove tudo de ruim que estiver naquela região. Tudo isso através do sopro do gás carbônico.

Estes são os lugares onde a carboxiterapia age conforme o tratamento:

  • Para um tratamento de celulite: a agulha vai entre a pele e a gordura
  • Para um tratamento de estria: a agulha vai dentro da cicatriz.
  • Para um tratamento de gordura localizada: a agulha vai no tecido adiposo

O gás carbônico dilata os vasos sanguíneos e estimula a formação de novos vasos, criando uma irrigação de sangue nos tecidos, o que deixa aquela região que levou a aplicação da injeção com mais oxigênio, melhorando a pele e os tecidos internos do corpo.

E custa muito dinheiro para fazer a Carboxiterapia?

Isso vai depender do que você considera “muito dinheiro”.

Clínicas bem profissionais podem cobrar até R$ 2.000 por 10 sessões de carboxiterapia, mas se você procurar bem no mercado existem clínicas boas que estão iniciando que podem cobrar “somente” R$ 1.200.

E a Carboxiterapia funciona mesmo?

Sim, funciona mesmo! Mas fique atento porque pode ser que a dor seja um fator neste tratamento, clientes disseram que sentiram como se fossem um balão inchando em alguns momentos e após algumas sessões ficaram com partes do corpo roxas.

Apesar da dor, as pacientes ainda disseram que vale a pena, pelos resultados que conseguiram, o que pode parecer animador para uns e desanimador para outros.

Mas considere sempre os complementos ao se fazer um tratamento de estética que são:

  • boa alimentação
  • bom sono
  • academia

Elimine gorduras, frituras e refrigerantes da sua dieta.

Durma pelo menos de 7 a 8 horas por dia para você se sentir bem e mais relaxado.

E treine pesado na academia para manter a circulação funcionando da melhor maneira possível e obter o máximo do tratamento.

Lembre-se de sempre consultar um médico para estar de acordo com os seus limites de saúde e conseguir fazer o tratamento tranquilamente e obter os melhores resultados.

Veja este vídeo e aprenda um pouco mais sobre carboxiterapia:

Aproveite a carboxiterapia e divulgue seu testemunho aqui  no Dicas Como Emagrecer, OK? Até mais!

Advertência: antes de começar qualquer dieta ou rotina de exercícios físicos a fim de emagrecer, perder peso ou ganhar massa muscular, um médico deverá ser consultado.

1 Comentário

  1. RITA DE CASSIA NABUCO COSTA

    GOSTARIA MUITO DE OBTER INFORMAÇÕES SOBRE O PROGRAMA DE EMAGRECIMENTO.

    GRATA.

    RITA NABUCO.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *