Mesoterapia (intradermoterapia) dói? Funciona mesmo?

Não são poucos os que estão insatisfeitos com os próprios corpos atualmente, certo? É difícil encontrar alguém que se mostre totalmente à vontade sob a própria pele, sem desejar nenhuma mudança sequer, por menor que ela seja. A maioria demonstra estar incomodada com algum aspecto da aparência que apresenta, de modo que a busca por soluções é constante.

O bom é que dispomos atualmente de uma série de tratamentos para os mais distintos males, de modo que não precisamos mesmo nos conformar com aquilo que veio de fábrica, ou com o resultado de nosso descuido e falta de carinho com o passar do tempo. Certas técnicas, aliás, servem bem para problemas diferentes, de modo que hoje é possível ao mesmo tempo tratar alguma doença de ordem reumática e eliminar gorduras localizadas.

Estamos falando da mesoterapia, também conhecida como intradermoterapia, tratamento que vem se tornando a cada dia mais popular, tanto para aqueles que vem sofrendo com incômodos de ordem física quanto para os que querem promover pequenos ajustes na silhueta e no visual. Que tal conhecer mais dessa técnica e de suas possibilidades?

mesoterapia

O que é?

A mesoterapia existe há no mínimo 50 anos, mas se tornou popular a partir de 1987, quando foi reconhecida pela Medicina tradicional como uma técnica respeitável e funcional. Ainda que a regulamentação não existisse sabe-se que a busca por esse tratamento é bem antiga, pois ele era capaz de efetivamente beneficiar aqueles que o adotavam.

A proposta é inserir agulhas de diferentes calibres sob a pele e nos músculos, para injetar através delas medicamentos que combatem estrias já envelhecidas, celulites, gorduras localizadas em geral e dores ortopédicas ou reumáticas. As substâncias escolhidas variam de acordo com o que se pretende combater, mas entre as mais usadas estão o lipossoma de girassol, o tiratricol, a xantina e derivados da alcachofra.

Cuidados importantes

A técnica francesa se baseia integralmente na utilização de agulhas, de modo que a esterilização é uma etapa importante do processo. Entre todos os produtos presentes na sessão é ela que deve ser esterilizada, então vale a pena conferir o material antes dos trabalhos se iniciarem, para ter a segurança de que não haverá riscos de contaminação.

É importante também atentar para os profissionais que oferecem esse tipo de tratamento, já que a mesoterapia só pode ser feita por dermatologistas, cirurgiões plásticos e fisioterapeutas especializados na área. Qualquer outro tipo de formação não cabe nessa técnica, então não deixe de pedir as credenciais do especialista escolhido.

As sessões costumam durar em torno de 30 minutos, em média. O total de sessões recomendadas varia de acordo com o problema a ser tratado, mas em geral são no mínimo 5 e no máximo 10 encontros. A partir da terceira visita os resultados já se tornam mais visíveis e palpáveis no paciente.

mesoterapia

Dói?

Sim, inegavelmente há dor nesse tipo de procedimento. Não pode-se se dizer que o que se sente é insuportável, mas é fundamental lembrar que a mesoterapia se baseia na aplicação de injeções, de modo que incômodos existirão durante e depois da sessão. Sensação de queimação costuma ser comum entre os adeptos, assim como coceira ou inchaço, mas passa rapidamente.

Quem pode fazer?

Todos podem fazer sessões de mesoterapia, exceto…

  • Pessoas que sofrem de doenças autoimunes, como o Lupus;
  • Pessoas que apresentam alguma doença de pele na região em que pretendem ser tratadas;
  • Pessoas que tem alergias aos medicamentos que serão aplicados;
  • Gestantes e mulheres que estão amamentando, pois as substâncias em questão poderiam prejudicar o bebê;

Funciona mesmo?

Sim, os relatos de pessoas que passaram pela mesoterapia costumam ser bastante positivos, mas é sempre bom lembrar que cada caso é um caso e nem sempre uma técnica é funcional para todos, por isso consulte um especialista antes de optar por esse tratamento, viu?

Confira abaixo como funciona a aplicação da mesoterapia:

Continue nos acompanhando no facebook! Conhece um bom profissional? Divulgue emEncontre um Profissional. Abraço e até a próxima!

Advertência: antes de começar qualquer dieta ou rotina de exercícios físicos a fim de emagrecer, perder peso ou ganhar massa muscular, um médico deverá ser consultado.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *