Saiba mais sobre o livro “Eu não consigo emagrecer”

Peter Dukan é especialista em nutrição e em reeducação alimentar atualmente, mas nem sempre foi assim. Quando jovem sua primeira especialização médica escolhida foi a Neurologia. Foi num centro de recuperação repleto de crianças paraplégicas que ele conheceu o paciente que o faria criar a dieta mais famosa na França atualmente.

Você com certeza já deve ter ouvido falar da Dieta Dukan, mas talvez não saiba detalhes sobre o seu funcionamento ou o que motivou o desenvolvimento do regime revolucionário. Tudo isso é oferecido por Peter no livro “Eu não consigo emagrecer”, lançado no final de 2012 no Brasil e já apontado como um dos maiores best sellers na área de emagrecimento do mundo!

Eu-nao-consigo-emagrecer

A Dieta Dukan

Um dos pacientes que Peter atendia na juventude veio até ele se queixar de seu excesso de peso. De fato, a maior queixa do sujeito era que sempre conseguia se livrar dos quilinhos a mais, mas não demorava a recuperar tudo outra vez. Com isso tinha ganho e perdido ao longo dos anos mais de 300 kg.

Dukan não tinha nenhum conhecimento específico sobre obesidade, apenas os ensinamentos prévios que recebeu ainda na faculdade, que pediam que o paciente comece menos calorias, apenas diminuindo o tamanho de suas porções, o que não costuma ser funcional para muitos.

Apesar de sua inexperiência na área de nutrição o paciente insistiu, pediu uma dieta, pediu um voto de confiança, mas implorou: poderia deixar de comer qualquer alimento e aceitava todo tipo de restrição, menos perder a chance de saborear carnes, algo que sempre adorou.

Dukan topou. Pediu que ele só se alimentasse de carne nos dias que se seguiriam e bebesse bastante água. Logo ele perdeu 5 kg e foi se livrando de muito peso rapidamente, de modo que chocada o próprio médico à medida que recuperava o gosto pela vida e a saúde.

Assim surgiu a Dieta Dukan, que se popularizou entre os franceses, se espalhou pela Europa, ganhou fama nos Estados Unidos e agora também vem ganhar adeptos nos trópicos, desejosos de comprovar o que “Eu não consigo emagrecer” promete oferecer: a chance de perder peso em definitivo, sem correr o risco de recuperá-lo outra vez depois.

eu não consigo emagrecer

As fases

Como uma dieta baseada somente no consumo de proteína seria arriscada, por ser altamente restritiva, Dukan desenvolveu um programa alimentar que alterna fases em que se consome só proteína com outras em que se pode comer alguns legumes, verduras, laticínios e carboidratos.

Assim ele soluciona o medo que muitos têm ao adquirir “Eu não consigo emagrecer”: se deparar com um regime que não conseguirão seguir por muito tempo, porque fazê-lo significa adoecer e prejudicar o organismo a longo prazo.

Entre as fases que se alternam, estão…

  • A Fase Ataque, que pede que só sejam consumidas proteínas magras, sem nenhuma gordura. Aqui começa a perda de peso considerável;
  • A Fase Cruzeiro, que pede que se alterne o consumo de proteínas puras com dias em que se come proteínas acompanhadas com legumes, levando a pessoa a atingir enfim o peso desejado;
  • A Fase Consolidação, que costuma ser a mais longa, pois deve durar 10 dias para cada quilo que for embora. É nela que o organismo se acostuma com o peso que está agora, sem se sabotar para voltar ao anterior;
  • A Fase Estabilização Definitiva, que permite que o adepto volte a abraçar seu cardápio do dia, mas sem esquecer de três coisas: consumir farelo de trigo sempre, não usar nunca mais elevadores e manter toda a quinta feira para o resto da vida como o dia em que você come o que se permite na Fase Ataque e nada mais que isso;

“Eu não consigo emagrecer” está disponível em toas as livrarias, a um preço muito acessível. Será que a Dukan também não é a solução dos seus problemas? Que tal fazer o teste?

Conheça outras dietas disponíveis aqui no Dicas Como Emagrecer e continue nos acompanhando no facebook!

Advertência: antes de começar qualquer dieta ou rotina de exercícios físicos a fim de emagrecer, perder peso ou ganhar massa muscular, um médico deverá ser consultado.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *